A cadeia de suprimentos geralmente é tomada como um sinônimo de logística. Porém, dentro do setor de manufatura e operações, seu papel é bem mais abrangente e significativo. Entenda tudo sobre este tema e sua importância no post de hoje.

O que é a cadeia de suprimentos

Podemos dizer que a cadeia de suprimentos é a o conjunto de todos os recursos, tarefas, tecnologias e indivíduos relacionados à criação e venda de um produto. Desde a entrega de materiais de origem do fornecedor até sua entrega ao usuário final. 

Sua composição consiste nos fornecedores de matéria-prima, produtores que transformam o material em produtos e armazéns. Bem como os centros de distribuição que fazem a entrega aos varejistas e os comércios que disponibilizam o produto ao cliente final.

A importância da cadeia de suprimentos deve-se à sua capacidade de oferecer aos clientes o que eles querem, quando e onde desejam. Mais do que isso: oferecem os produtos pelo preço que os clientes estão dispostos a pagar.

Além disso, é através de uma cadeia de suprimentos eficiente que pode-se garantir a competitividade da empresa perante o mercado.

Gerenciamento da cadeia de suprimentos 

Uma boa gestão da cadeia de suprimentos mantém o equilíbrio entre a demanda e o fornecimento. Garante ainda a harmonia entre a aquisição de materiais e a conversão em produtos acabados, garantindo assim a entrega no momento certo. 

Sem falar que o bom gerenciamento da cadeia de suprimentos pode melhorar o relacionamento com o cliente. Também é capaz de reduzir os custos operacionais.

Entre as funções que fazem parte da cadeia de suprimentos estão:

Gestão de recursos

Em toda a produção são consumidas matérias-primas, utiliza-se tecnologia, consome-se tempo e faz-se uso de mão-de-obra. E todos os processos envolvidos em cada uma dessas etapas devem ser eficientes e eficazes.

Para isso serve a gestão de recursos: é ela quem decide a alocação de recursos na atividade certa, no momento certo. Assim a produção é otimizada e os custos são controlados.

Operações

É de responsabilidade da equipe de operações realizar o planejamento e a previsão da demanda. Isso porque, antes de dar a ordem de compra de matéria-prima, a empresa precisa prever a possível demanda do mercado. A partir dessa informação, pode-se estabelecer com exatidão o número de unidades que precisam ser produzidas. 

A função de operações é fundamental, uma vez que, caso a demanda seja superada, os custos de estoque serão excessivos. Já no caso da demanda estar abaixo do esperado, a empresa não conseguirá suprir a demanda, sofrendo perda de receita. 

Logística

No gerenciamento da cadeia de suprimentos, a logística encarrega-se da organização do espaço de armazenamento até o envio para entrega. 

Em casos de entrega de produtos fora dos limites da cidade, estado ou país, o transporte entra no circuito. Também irá decorrer na necessidade de armazéns outstation.

A logística é responsável, ainda, por garantir que os produtos cheguem sem falhas ou atrasos à entrega final.

Compra

As atividades de compra estão entre as primeiras funções do gerenciamento da cadeia de suprimentos. Envolve a aquisição de matérias-primas e demais recursos fundamentais na fabricação das mercadorias. 

Esta etapa exige uma coordenação impecável junto aos fornecedores, para garantir a entrega sem atrasos dos materiais.

Fluxo de trabalho e informações

O fluxo de trabalho envolve a comunicação, o compartilhamento e a distribuição de informações. 

Esta etapa é crucial, já que, caso o fluxo de trabalho e a comunicação da informação sejam ineficientes, a consequência pode ser o desmembramento de toda a cadeia.

Complexidade

Aliás, mesmo as cadeias de suprimentos mais simples envolvem, pelo menos, uma empresa, seus fornecedores e clientes. Com isso, a composição poderia ser: produtor de matérias-primas, fabricante, distribuidor, varejista e cliente do varejo.

Já uma cadeia de suprimentos mais ampla pode incluir mais de um fornecedor. Além de fornecedores de fornecedores, alguns clientes, e consumidores ou clientes finais. Bem como todas as organizações que oferecem os serviços necessários para levar os produtos aos clientes. Incluindo nisso os fornecedores de logística de terceiros, organizações financeiras, fornecedores de software de cadeia de suprimentos. Sem falar nos provedores de pesquisa de marketing.

Olhando para a o conjunto destas  organizações, pode-se notar a formação de uma rede inter-relacionada, e não uma cadeia linear. Por isso dizemos que a cadeia de suprimentos é ampla e sua gestão é considerada tão complexa. 

Então, conseguiu entender um pouco mais sobre a cadeia de suprimentos, sua abrangência e importância? Caso tenha restado qualquer dúvida, não deixe de comentar abaixo, que iremos esclarecê-la para você.