O Diagrama de Pareto é uma ferramenta de qualidade muito utilizada no Lean 6 Sigma. Sua origem remete à Vilfredo Pareto. Na primeira metade do século XX, ele chegou à conclusão de que a maior parte da riqueza mundial concentrava-se em um pequeno percentual da população.

Estudando este princípio, Joseph Juran percebeu que ele valia para diversos ramos da ciência e até no meio corporativo. Assim, segundo este princípio, as maiores perdas em processos estão concentradas em poucos problemas de grande relevância.

Dessa forma, a proposta do Diagrama de Pareto é organizar os problemas de acordo com o volume de suas ocorrências. Depois, focar prioritariamente nos mais significativos.

A seguir, demonstramos como funciona o passo a passo para a construção do Diagrama de Pareto.

Diagrama de Pareto

1° passo: Defina o objetivo

Primeiramente, é preciso ter um objetivo bem definido antes de utilizar o Diagrama de Pareto. Seu uso pode ser útil para diminuição nos níveis de devolução de produtos, elevação da taxa de retorno de clientes, diminuição de estoque, etc.

Uma vez que o objetivo ficou bem claro, é necessário conhecer plenamente o negócio e todas as etapas que envolvem seus processos.

É importante ter em mente que, em casos mais simples, é desnecessário aplicar uma ferramenta deste nível. Por isso, dizemos que é fundamental conhecer as dimensões do objetivo.

2° passo: Levantamento de Dados

O próximo passo é o levantamento dos dados relacionados ao tema que será analisado. Por exemplo, para a produtividade, é preciso analisar os níveis de produtividade em um certo período de tempo. Para garantir a consistência destes dados, o ideal é que o prazo escolhido para a verificação não seja muito curto.

3° passo: Separe os dados por categorias

Agrupe os dados em diferentes categorias, de forma a permitir uma comparação da relevância de uma categoria em comparação às demais.

4° passo: Descubra o que é mais importante!

Agora que você já separou os dados por categorias, pode analisar a frequência em que cada uma ocorre. Com isso, é possível medir o peso com que cada uma delas afeta seu negócio.

Estes dados vão te ajudar a desenvolver ações específicas, com maior assertividade para obter os melhores resultados.

Diagrama de Pareto | Desenhando o gráfico

Para começar, construa uma lista com todas as causas de problemas e com quanta frequência ocorrem. Então, calcule as porcentagens correspondentes a cada uma delas, incluindo a porcentagem acumulada. Monte, a partir dos dados, um gráfico de barras e linhas.

Nele, as barras representam o total das ocorrências e as linhas a porcentagem acumulada.

O gráfico, tanto pode ser desenhado manualmente quanto por meio de ferramentas específicas, como o Excel e o Minitab. Esta última opção oferece maior praticidade e resultados mais exatos.

diagrama de pareto

É assim, basicamente, que se constrói um Diagrama de Pareto, passo a passo. Caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos esclarecê-la para você!