Habilidade ou capacidade analítica nada mais é do que uma maneira de pensar com o intuito de explicar situações e fatos mais complexos por meio de sua repartição em partes mais simples e de fácil explicação.

Infelizmente, encorajados pelos tempos modernos, onde o raciocínio analítico é deixado de lado muitas vezes, um grande número de pessoas tornou-se impossibilitada de trabalhar com essa metodologia.

O aprendizado constante abordando métodos de trabalhar essa habilidade no cotidiano pode ser a única solução para reverter esse quadro.Por isso, no post de hoje, separamos para você a melhor maneira de desenvolvê-la e aplicá-la na sua rotina de trabalho. Acompanhe:

 

O que é Habilidade Analítica?

Antes de aplicá-la, é preciso entendê-la. Digamos que você se depara com um problema na sua linha de produção ou no seu escritório, você investiga as razões para que ele tenha ocorrido?

Esse “olhar por um novo ângulo” é o que chamamos de Habilidade Analítica. Ao invés do profissional ver os problemas e tomar uma atitude passiva diante deles, ele passa a observá-los para identificar seus motivos e impedir que voltem a acontecer.

Uma pessoa analítica é aquela que sempre busca informações, estuda aprofundadamente os fatos e dados e avalia as questões antes de decidir alguma coisa ou tomar uma decisão final.

 

Como desenvolver?

Como já mencionamos acima, para aprimorar sua habilidade analítica, é preciso quebrar o problema em partes e verificar quais as possíveis causas dessa situação. A segmentação das atitudes tomadas durante um processo possibilita a reversão desse quadro e,consequentemente, aprimorar os resultados.

Em outras palavras: a análise de uma situação crítica, embasada na sua redução em pequenas partes,torna o acesso à raiz da questão uma tarefa mais simples de ser resolvida.

Além disso, também é preciso observar a conjuntura de diversos ângulos, afinal, isso ajuda na obtenção de diferentes interpretações que resultem em um passo a passo do problema, aumentando, assim, as chances de resolvê-lo e melhorando a produtividade do setor.

Algumas atitudes do dia a dia podem auxiliar nesse processo, como, por exemplo, a leitura. Ao ler bastante – especialmente artigos específicos da área -, o(a) profissional estará enriquecendo seu vocabulário, podendo ter uma compreensão mais ampla sobre a sociedade e seus funcionários.

Estudar temas variados também é uma boa técnica, já que você irá começar a entender a mecânica da organização do pensamento analítico, o qual presume que, na existência de um problema, é preciso resolvê-lo.

Outro ponto importante é começar a ter uma postura mais “questionadora”. Se perguntar o porquê de uma coisa ser de um jeito, e não de outro, pois o questionamento é a base do desenvolvimento humano e a única maneira de buscar diferentes alternativas para a resolução de um conflito.

Se resumíssemos esse processo em quatro palavras, seriam: Defina (o problema), estratifique, analise e decida.

Essa pode até não ser a fórmula mágica, mas com certeza já será um primeiro passo extremamente importante para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.